segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Não sei me definir.

Mas eu tento. Tento achar definições pra mim mas sempre surge algo que contradiz. Sou fria, muitas vezes. Ás vezes ajo tão friamente e só depois percebo o quanto fui. Sou perfeccionista, mas, ao mesmo tempo, desorganizada. Desorganizada não, preguiçosa. Não gosto de ver coisas desorganizadas, não gosto de me sentir desarrumada, mas a maioria das vezes a preguiça me domina. Penso muito antes de agir e falar, sério. Mas quando estou ansiosa ou nervosa, ajo por impulso, e friamente, totalmente friamente. Eu gosto de rir, de fazer os outros felizes e de ver que os outros gostam de mim. Gosto de consolar os outros, mas eu não sou nada boa pra isso, não que eu não seja boa com palavras, mas é que sou boa pra falar comigo mesma, pra escrever, mas pra falar para os outros, ali, no momento mesmo, não sou boa. Eu pego fácil o jeito das pessoas, e eu entendo fácil também. Ainda não sei dizer quando sou tímida e quando não sou, às vezes sou, e às vezes não sou, e pronto. Sou sempre positiva, é automático, em qualquer situação é como se o lado bom prevalecesse em minha mente bem mais que o lado ruim. Odeio gente negativa. Me apego fácil há algumas pessoas, outras eu odeio facilmente também. Tenho dificuldade pra mostrar o que sinto, e são poucas as pessoas as quais eu consigo falar de tudo o que sinto e faço. Admiro maturidade, mas maturidade demais, é chato. Tudo que é demais é chato. Tudo que é óbvio também é chato. Admiro também auto-estima, eu tenho auto-estima, mas tem dias que a minha estima está tão baixa que eu não quero nem sair de casa. Sinto saudade das pessoas e não gosto da sensação de pessoas que já foram tão importantes pra mim estarem se afastando. Às vezes me importo mais comigo do que com os outros, e isso não é legal. Sou esquecida e desligada pra muitas coisas, mas lembro de algumas coisas que ninguém lembra. Sou insistente em coisas que mesmo sabendo que não vão acontecer, continuo insistindo, até porque sou positiva. Gosto de ser notada, de parecer simpática, mas eu sou muito mais na minha, até por timidez. Gosto de tirar foto, de ouvir música, de sair com os amigos, de ir em festas, de conhecer gente nova, de fazer coisas que eu nunca imaginava ter feito, de fazer coisas que ninguém faz, de dançar, de rir, de coisas imprevisíveis. Não gosto de esportes, com exceção de dança, de pessoas que querem aparecer, de caras exageradamente safados, de rotina, de geografia, de lugares lotados e sujos. Não gosto de ser certa demais, ou errada demais. Me emociono fácil com músicas, filmes, palavras e ações. Detalhes me chamam atenção, simplicidade também. Gosto de elogios, mas às vezes eu fico sem graça. Não gosto de "putaria" demais. Não falo que amo sem amar, tento ser sincera, mas nem sempre sou. Tenho cabeça aberta e gosto de pessoas diferentes, gosto de tudo que é diferente, mas também não gosto de parecer uma estranha de tão diferente. Procuro sempre qualidades antes de defeitos, é automático, e tenho mania de ficar defendendo o fato da pessoa ter algum defeito. Tenho mania de corrigir, é automático também. Tem dias em que estou falando demais, e tem dias que sou muito calada. E vou parar por aqui, porque acho difícil alguém ter paciência de ler algo desse tamanho, ainda mais só sobre mim rs, mas isso não é nem metade de mim.


2 comentários:

Leticia disse...

Que belo texto ! *-*
Estou ajudando uma amiga minha com a divulgação do blog dela, ficarei grata se puder seguir e comentar !
http://gihcamp.blogspot.com/

Miilena Cazumbá disse...

legal o post nega! me indentifiquei com varias coisas...acho q ja falei disso em um dos meus posts...quando somos uma coisa hora outra! sucesso, passa lá> http://mikzumba.blogspot.com/

Postar um comentário

 
temas blogspot - mario jogos